12/09/09

ESTRELA quer (e vai) voltar a brilhar.

Como se sabe, não correu da melhor forma o primeiro jogo do Estrela na 2ª Divisão, Zona Sul, com uma derrota em casa, com o Lagoa (0-1), mas o desaire não demove da missão para esta temporada: subir de divisão. Já!

Na época passada, o nome do nosso clube andou em tudo o que é noticiário, devido a salários em atraso aos jogadores e equipa técnica. Existiram promessas semanais de pagamentos e até ameaças de greve. Ainda assim, o Estrela acabou a Liga em 11º e foi às meias-finais da Taça de Portugal. Mas desceu por razões administrativas. O clube não preencheu os requisitos necessários para se inscrever. E, mais de 20 anos depois, um histórico do futebol português, com uma Taça no palmarés e uma presença nas competições europeias, regressou à 2ª Divisão. Fora dos campeonatos profissionais.

Actualmente, o presidente António Oliveira ainda está a regularizar as dívidas a jogadores da época transacta. O Estrela deve 672 mil euros aos futebolistas, entre ordenados e prémios de jogo.

Para esta temporada, o Estrela voltou à estaca-zero. Montaram um plantel novo, contrataram um director desportivo ("Bessone" Morais, ex-Real.S.C), depois da saída de José Luís, e um treinador novo: António Veloso, antiga glória do Benfica, ex-treinador do Oeiras e pai do sportinguista Miguel Veloso. Depois de passagens pelo distrital, entre Malveira e Oeiras, Veloso subiu o Oeiras à 3ª Divisão, mas não chegou a acordo para continuar. Foi uma aposta pessoal de António Oliveira para a missão.

"Sou ambicioso e queria equipas com mais ambição. Surgiu o Estrela e agarrei com unhas e dentes", afirmou Veloso. O técnico admite que a situação do clube na época passada não o deixou indiferente. ''Essas questões preocupam sempre, mas eram um mal menor." A verdadeira preocupação era outra. E mais importante. Afinal, só tinha dois jogadores.

"A minha preocupação era conseguir uma equipa, uma coisa que não havia. Fizemos tudo do zero. Muita hora sem dormir e graças à força do presidente, conseguimos. Qualquer outra pessoa tinha desistido. A cada dia novo, tínhamos de resolver um problema de um jogador", recorda Veloso. Foram todos inscritos no último dia, depois da Direcção pagar alguns impedimentos.

Alvo a abater

No primeiro jogo da época, o Estrela eliminou o Mafra para a Taça de Portugal, no desempate por grandes penalidades. Marco Pinto, guarda-redes, defendeu duas grandes penalidades no tempo regulamentar e mais três na lotaria. Foi uma amostra do que espera o Estrela, numa competição muito competitiva, entre formações de valia semelhante. Para Veloso, o nome do Estrela pode virar-se contra o clube.

"Há uma motivação extra nos adversários para vencer o Estrela. Temos de ultrapassar isso", alerta o treinador, sem tirar o pensamento da subida "Foi isso que me pediu o presidente e é essa a nossa meta Mas não vai ser fácil. Há equipas na 2ª Divisão que investiram mais do que o Estrela", avisa António Veloso.

António Oliveira - Presidente do Est.Amadora
"Queriam o clube nos regionais."

A presença na 2ª Divisão é o princípio do resto da vida do Estrela?
- Não. O Estrela vai continuar a viver. Tenho muita tristeza por ver o Estrela cair nesta divisão. O que fizeram ao clube foi de grande injustiça. Caiu o Estrela e não caíram outros. Fizeram do Estrela uma bandeira.

Acha que foi o elo mais fraco?
- O Estrela foi o elo mais fraco e quiseram fazer do clube o bode expiatório dos problemas do futebol português. Iremos para os tribunais e vão decidir se os pressupostos de inscrição dos outros clubes estão correctos. A dra. Andreia Couto [directora executiva da liga] disse-me que, devido ao mediatismo do caso, o prazo não podia ser adiado. Faltavam-me as declarações de jogadores, o que também faltava a outros clubes. Os tribunais vão decidir.

Está a dizer que o Estrela pagou pelo mediatismo do caso?
- Pagou. Houve dirigentes que, para esconder o mal deles, andaram na praça pública a acusar-nos de concorrência desleal.

Como ficou a situação dos ordenados em atraso?
- Está a correr. Já pagámos a quatro ou cinco jogadores de forma integral. Tudo estamos a fazer para que recebam.

Foi difícil inscrever a equipa na 2ª Divisão?
- Muito. Ficámos com dois jogadores e 300 mil euros de impedimentos. Os próprios jogadores, quando diziam estar em negociações com o Estrela, eram avisados. Foi por isso que pagámos dois meses adiantados a todos.

Qual é o objectivo?
- Subir. O Estrela não pertence a este campeonato. Muita gente queria o clube nos Regionais, por interesses obscuros. O Estrela quer subir já este ano e foi isso que pedi aos jogadores.

Porque é que o Estrela não desperta atenção na própria cidade?
- Não sei, mas lamento. É pena que as entidades da Amadora não se lembrem que quem levou o nome da cidade ao país e ao estrangeiro foi o Estrela. O clube devia estar sediado noutra cidade. Teria mais apoios, de certeza.

Foi das pessoas que mais apareceu na época passada. Está cansado?
- Muito. Em seis anos, tive receitas penhoradas em cinco. Só uma pessoa cega e sem nada na cabeça mantinha uma equipa profissional e 400 miúdos na formação e resto de modalidades. Muita gente queria que o clube fechasse portas, mas não abandono o barco. Nem vai ao fundo.

17 comentários:

Anónimo disse...

sim senhor António Oliveira. realmente muitos quiseram fazer do nosso clube um bode expiatório. eu quero ver se os srs da liga terão a mesma atitude se o belenenses ou o setubal chegarem a esta situaçao.
o objectivo não é a subida, sr antonio Oliveira, o plantel é totalmente novo, o treinador é novo. é necessário que o treinador conheça mto bem os jogadores e que tenha tempo para impor o seu sistema de jogo. Tem que haver também automatismos e entrosamento entre os jogadores.

Ricardo Paiva disse...

Penso que apesar da natural ambição de todos nós em subir é dar total apoio ao clube e prepará-lo agora sim com gente da nossa cepa, ex jogadores e juniores promovidos, para com uma base sustentável atingir o nosso lugar que é a Liga.
O estarem a competir é a primeira de muitas vitórias que vamos obter no terreno de jogo, com novas e bonitas camisolas, que espero estejam para breve a venda aos sócios, e depois quem sabe lutar pelos lugares cimeiros, pois no 1º jogo ficou evidente que pagámos pela juventude e ainda natural falta de entrosamento, o campeonato é longo e muito equilibrado, no final fazemos as contas.Força Estrela!!!

Tiago Dias,socio 1315 disse...

Como se costuma dizer,o primeiro milho e para os pardais!Mas acredito que o Estrela vai conseguir subir e a fazer jus as palavras do presidente,este ano vai ser dificil pois o Estrela e um alvo a abater!Mas tambem por aqui,apesar de nao podermos retirar certas culpas,vemos que o presidente faz tudo o que podera estar ao seu alcance para poder ajudar o Estrela!Muitos dos maldizentes do Estrela,que so sabem acusar,deveriam era apoiar e lutar para o mesmo lado que algumas pessoas,porque velhos do Restelo nao sao bem vindos na noss bancada...ficam melhor na bancada do clube do Restelo...

Pika^^ disse...

Penso que antes de se pensar na subida, interessa saldar TODAS e quaisquer dívidas. Quando isso acontecer, o Estrela deve pensar na subida sustentada para voltar a onde pertence.

Anónimo disse...

rir rir rir, este presidente é sempre o mesmo mentiroso voces tem memoria muito curta mesmo, na epoca passada pormetia aos jogadores que pagava tudo pagava tudo ate janeiro, depois nada, depois disse que pagava tudo que o PEC estava quase resolvido e nada.. enganou toda a direção de volta dele que ja deram a demisao, enganou toda a gente e os proprios socios dizendo que tinha pago os impostos e que depois veio-se a saber nos jornais desde 2005 que nao paga... AINDA ACREDITAM NO PAI NATAL ? rua com ele!

gimlin disse...

o que aconteceu foi uma vergonha e só tem um rosto: Joaquim Evangelista !! Este senhor auto-promoveu-se com a situação do Estrela da Amadora e agora que conseguiu por o nosso clube na II divisão, onde anda ele ??? Já ninguém o vê ...

rms disse...

Sobre o presidente do Estrela já muito se escreveu e, na minha opinião, ele deveria demitir-se - Renovação precisa-se!

O que também me custa muito é algumas personagens irem tentando passar despercebidas como se esta crise não fosse nada com eles - é o caso flagrante do Sr. Joaquim Raposo, Presidente da Câmara Municipal da Amadora.
Esta personagem prepara-se para se eleger outravez (não com o meu voto!) e dele o Estrela só pode esperar o pior. Este individuo, tudo leva a crer, é co-responsável pela crise do Estrela da Amadora. A sua omissão de auxilio prejudica e de que maneira o Estrela - Lembro-me dos comentários do guarda-redes Nelson publicados neste Blog em 28/05/2009.

Sempre quero ver o programa eleitoral desta figura relativo à promoção do desporto na Amadora...

O Estrela é uma das mais antigas instituições de utilidade pública da cidade e a mais representativa de todas - são 77 anos de promoção do desporto e da cidade (Ainda a Amadora não era cidade). Mas pelos vistos o Presidente da Câmara Municipal da Amadora não pensa assim - Mas esse não leva o meu voto.

Amadorense e Estrelista disse...

Nem o meu foda-se quero que esse cabrão morra Raposo da merda!

Podia, e devia fazer mais pelo maior clube da cidade, em outras terras como por exemplo Setúbal, a presidente da camara mata-se quase para ajudar o Vitória, é de louvar! Aqui na Amadora é de repudiar!

Anónimo disse...

Não é só o Sr. Raposo...Então e o sr. José Luis que fundou um clube próprio e anda a aliciar os jovens da formação do Estrela para se transferirem para o seu clube novo(formado quando o mesmo se encontrava de baixa laboral)....E não se esqueçam do metro na reboleira em 2011....no próximo mandato do sr. raposo...

JPS disse...

Alguém sabe que Clube fundou o nosso ex-Director Desportivo e onde funciona ?

Anónimo disse...

Funciona no Monte da Galega, agora o nome do clube já não me lembro...

Tiago Dias disse...

Acho que se chama Clube De Futebol Amadora

Fernando disse...

O Sr. Raposo não pode continuar na camara, ele não promete nada, vive e continua lá pela quantidade de solicalistas da Amadora. Permitam que vos diga mas há um candidáto que quer fazer mudanças a 3 niveis na Amadora:
- Segurança
- Saude
- Desporto
O seu nome é Jorge Roque da Cunha e vale a pena ver o que ele têm para dizer.
Em relação a este presidente, acho miserável, seria preciso alguém BOM dentro do futebol. e não gestores que se querem mostrar e ganhar mediatismo

JPS disse...

Para quem se diz Tricolor, não valeria a pena antes assumir-se como alternativa à Direcção do ESTRELA ?

Façam o que fizerem, digam o que disserem, foi o CFEA que colocou esta Cidade no Mapa.

E 77 anos não são 77 dias ...

rui socio 526 disse...

o clube chama-se: amadora futebol clube,treina no monte da galega e com treinadores e miudos que sairam da formação do estrela.o meu voto este presidente da camara tb não tera como já não teve(o seu partido) nas eleições europeias.agora vou eu dizer um dos dois presidentes(ou da camara ou do clube) esta a mentir porque o presidente da camara disse-me,como representante dos trabalhadores,que o clube só ficou com as receitas penhoradas no final do ano passado.gostava eu de saber a verdade.que não entregaram um unico imposto desde que esta direção tomou posse é publico.tambem penso que deve andar ai uma grande jogada com os terrenos do clube a pala do metro e nós socios continuamos todos a ser enganados.e a assembleia geral que ficou de ser marcada? devem estar a espera que o administrador da insolvencia tome posse porque ai nós socios já não puderemos fazer nada(penso que seja assim não é?).e o presidente negociou a maior parte das dividas com os jogadores e de epocas mais antigas(basta ver o levantamento de impedimentos no site da fpf) tambem,todos, da direção dele e da epoca passada só comecaram a cair agora na federação mas não as pagou como diz.

Anónimo disse...

O E. Amadora prossegue a preparação à margem das dúvidas na inscrição de jogadores. De acordo com os responsáveis tricolores, os 25 atletas estão devidamente inscritos, pelo que afastam o cenário de uma eventual punição do Conselho de Disciplina da FPF, por utilização irregular de atletas no jogo da Taça de Portugal, com o Mafra.

Na próxima semana, os destinos do clube deverão mudar de mão, na sequência do pedido de insolvência. Assim, deverão chegar investidores com novas normas, passando o presidente António Oliveira para segundo plano. Na parte desportiva, Paulo Renato continua à parte e Gégé está na seleção de Cabo Verde.

Autor: S.F.
Data: Quinta-Feira, 10 Setembro de 2009 - 1:22 record

Anónimo disse...

Hello! I'm newbie in Internet, can you give me some useful links? I know only about Yahoo [url=http://yahoo.com]Yahoo[/url] http://yahoo.com Yahoo