14/12/08

Taça de Portugal: EST.AMADORA 1-0 O.Moscavide.

O Estrela teve de sofrer a bom sofrer para se qualificar para os Quartos-de-final da Taça de Portugal Millenium, após só derrotar a formação do Olivais e Moscavide da II Divisão no prolongamento e no último lance da partida, com Anselmo novamente, a facturar e dar alegria a todos o Estrelistas, nem que seja por breves instantes, e a evitar que o Estrela fosse à lotaria das grandes penalidades.

Com uma primeira parte sem ocasiões e muito equilibrio na partida, equilibrio que foi muito devido à sonolência da equipa Tricolor, o Olivais e Moscavide com o passar do tempo acreditando que até poderia fazer surpresa no José Gomes, mas o Estrela a ver a aproximação do minuto 90 começou a acordar e a encostar a formação lisboeta ás cordas, apesar da grande oportunidade da 2ª parte do tempo regulamentar, pertenção a Leonel com um remate à trave da baliza de Nélson.


No Prolongamento só deu Estrela, o Olivais e Moscavide já não tinha forças para aguentar mais, e o Estrela foi carregando, mas encontrou um guarda-redes e mtarde muito inspirada apesar do mau tempo, o experiente Paulo Sérgio que já representou por vários anos o Beira-Mar e Campomaiorense.

E quando já se esperava pelos penalties, os dois melhores elementos de à uns jogos para cá na nossa equipa (Anselmo e S.Varela), voltaram a resolver para as nossas cores. Jogada no lado esquerdo do ataque Tricolor, S.Varela passa o lateral-direiro da formação visitante Vinhais, cruza e Anselmo lá estava ao 2ª poste para colocar o Estrela e os seus adeptos a 180 minutos (mais possiveis prolongamentos e grandes penalidades) de um sonho que é a presença no próximo mês de Maio no Estádio Nacional.

Uma palavra para a equipa do Olivais e Moscavide e para os seus adeptos que se deslocaram à Amadora para apoiar e bem a sua equipa, a forma com que se bateram de igual para igual com o Estrela apesar das suas dificuldades, dificuldades igualmente existentes no nosso Estrela que esperamos que se resolvam o mais rápido possível para bem de todos. ESTRELA SEMPRE!!!!!

Taça de Portugal Millenium – Oitavos-de-final.
Estádio: José Gomes, na Amadora.
Espectadores: 300.

C.F.Est.Amadora 1-0 C.D.Olivais e Moscavide.

Golo: Anselmo (120m+2m).

C.F.Est.Amadora: Nélson; Hugo Gomes, Nuno André Coelho, Filipe Figueiró, Nélson Pedroso; Marcelo Goianira (Jardel 58m), Celestino, Márcio Têti (Pedro Pereira 46m), N'Diaye (Rui Varela 75m); Silvestre Varela e Anselmo.

Suplentes não utilizados: Filipe Mendes, Hugo Carreira, Vítor Vinha e Gonzalo Garavano.

Treinador: Lázaro Oliveira.

C.D.Olivais e Moscavide: Paulo Sérgio; Vinhais, João Afonso, Colaço, Joãozinho; Thiago, Paulinho, Leonel (Alisson 90m+3m), Marcos (Hélder Costa 87m); Edson Souza e Adão (Miko 70m).

Suplentes não utilizados: Hugo Borges, Luís Veloso e China.

Treinador: Filipe Moreira.

Árbitro: Hugo Miguel (A.F.Lisboa)

Disciplina: Cartões Amarelos: Marcelo Goianira (35m), Nelson Pedroso (48m), Edson Souza (60m), Anselmo (90m) e Celestino (107m).

7 comentários:

o Alexandre disse...

Já não faço uma análise melhorzinha há algum tempo, fui um dos poucos masoquistas que ontem lá permaneceu os 120 minutos.

Nem sei bem por onde começar. A equipa está mal. Não gostei nada de ver o que se passou ontem, e estamos a assistir a um enorme decréscimo em relação às exibições que víamos quando lá andava o Lito.

Tem ficado claro nos últimos tempos que o Lázaro não estava de acordo com determinados príncipios que o Lito foi implementando na equipa, e que procurou trocar radicalmente determinados aspectos a meio da temporada.

Isto praticamente precisa de uma pré-temporada nova, temos rotinas novas, naturalmente necessárias devido ao sistema táctico novo que ele está a tentar implementar. Estas rotinas não são aplicadas em 2 nem em 3 semanas.

O Lázaro foi corajoso quando cortou com o losango em detrimento deste 4x3x3. Tenho a certeza que ele já sabia que não ia ser fácil a adaptação.

Não nos podemos esquecer é que precisamos de pontos como de pão para a boca, porque se avizinham dois jogos complicadissímos e podemos chegar ao Natal na linha de água.

Ontem voltámos a assistir a uma exibição pouco conseguida, em que podíamos ter sofrido um escândalo se passassem mais uns segundos, porque nos penaltys não existem favoritos...

Precisamos urgentemente de nos reforçar com um lateral esquerdo a sério em Janeiro. O Nelson ontem, quanto a mim, demonstrou que em jogos que peçam mais um bocadinho, ele não tem capacidade para cumprir. É limitado, não tem condições para ser titular numa equipa do primeiro escalão. A alternativa mais válida continua a ser o... Moreno. E eu nem gosto nada dele.

Falta-nos um nº 10 que marque a diferença, como o Mateus. O Têti não tem o toque de bola e o "perfume" que o Mateus tinha na condução da bola, no encontrar de linhas de passe... Aliás, o meio-campo em si é mais limitado que o do ano passado. Não voltaremos a ter tão rapidamente um trio do meio-campo com Tiago Gomes, Mateus e Fernando. Um luxo.

Na frente, o Varela faz a diferença. Facto. Sem ele o nosso ataque já não era nada. O Anselmo tem determinadas características, que fazem com que se ele tivesse pézinhos, fosse um dos melhores a nível nacional: sem bola é de topo. Joga muito bem de costas para a baliza, sabe posicionar-se, entre uma outra panóplia de características que só os avançados de topo têm. Facto: continua a falhar muito. Golos, passes, entre outros. Tudo o que envolva técnica individual é mentira.

O N'Diaye tem fases. Ora dá uma arrancada e faz um cruzamento para golo, ou passa o jogo todo escondido do jogo e não faz nada. Ontem foi um desses jogos...

Os elos mais fortes desta equipa e que têm permitido determinadas coisas bonitas nesta equipa, são definitivamente o Nuno André Coelho, que tem uma classe fantástica, e que estou certo que mais ano menos ano vai-se tornar o patrão da defesa do Porto. O Nelson tem uma experiência muito útil, e está lá quando precisamos dele, que é coisa que o ano passado nem costumava acontecer. Depois, existe o Varela, que tem uma capacidade ofensiva que mais ninguém naquela equipa tem, é claramente um jogador de outra classe e de outros voos comparativamente ao que temos no plantel.

Neste momento resta-nos rezar para obter pelo menos um ponto nos próximos dois jogos até ao Natal (o que eu tenho algumas dúvidas que aconteça), e que o processo de adaptação ao 4x3x3 aconteça rapidamente. Está aquém do que se pretendia. Esperava mais dele...

ricardo paiva disse...

Gostaria aqui de destacar a bela exibição de dois atletas, Felipe Figueiró e o regressado Pedro Pereira.Depois lamentar os mais de 20 lances de bola parada e ZERO completo em termos de finalização, vergonhoso contra uma equipa de alguns que ainda trabalharam da parte da manhã(quatro no total).Enfim mais uma tarde invernosa como o jogo e a situação financeira, que a ausência dos amadorenses dão á sua equipa não ajuda.

o Alexandre disse...

Aproveito o mote deixado pelo Ricardo para também dar a minha opinião em relação a esses dois.

O Figueiró acho que não teve trabalho suficiente para dar uma análise completa em relação a ele, poderá ter a sua oportunidade eventualmente se o Mustafa não estiver em condições frente ao Porto.

Ora, o Pereira é o menino bonito de algum pessoal do blog, eu como em tudo, acho que os extremismos não levam a lado nenhum e há que encontrar um equilíbrio, assumo uma posição intermédia.

É um jogador rápido, que cria desequilíbrios facilmente, mas que não me parece ter a consistência que alguns outros jogadores têm para aquelas posições, caso do N'Diaye, por exemplo.

Acho que o Pedro assumiu a titularidade e bem em alguns jogos do ano passado, mas é um jogador que vive muito daquelas explosões e arrancadas da ala, que nem por isso são menos úteis: podem resolver um jogo.

É, por isso, um jogador óptimo para entrar em certos jogos e desequilibrar a balança a nosso favor, com algumas semelhanças por exemplo, com o Nuno viveiros que nos representou ao longo dos últimos quase 2 anos. Mas para a equipa titular... acredito que neste momento, temos melhores opções.

Anónimo disse...

POR MOTIVOS DE SAUDE FOI IMPOSSIVEL ESTAR AO VIVO NO NOSSO ESTADIO, MAS FUI ACOMPANHANDO AS OCORRENCIAS DO JOGO DURANTE OS CENTO E VINTE MINUTOS, NAO FOI FACIL MAS PASSAMOS MAIS UM OBSTACULO NA CAMINHADA DO JAMOR. AGORA VENHA QUALQUER UM ESTAMOS PREPARADOS PARA TUDO, DEPOIS DE TUDO O QUE ESTA ACONTECENDO AO NOSSO ESTRELA,A NOSSA DETERMINAÇAO ESTA CADA VEZ MAIS FORTE...VAZ CASACA...SOCIO MILITANTE...5O8...

Anónimo disse...

-NA QUARTA FEIRA VOU ESTAR PRESENTE NO JOGO COM O F.CP.., MAS DESEJO NAO ASSISTIR A PASSAGEM DE MODELOS OU OPORTUNISTAS BARATOS A LEVANTAR SEUS ENVELOPES COM CONVITES PARA TODA A ESCUMALHA ESPERTALHONA QUE SE MOVIMENTA NA INSTALAÇOES DO CLUBE. AOS DIRIGENTES DEMISSIONARIOS DESEJO QUE TAMBEM PAGUEM COMO EU A ENTRADA PARA ASSISTIR AO JOGO DE FUTEBOL.ESPERO QUE O PRESIDENTE ELEITO DEMOCRATICAMENTE E EM EXERCICIO ACABE COM ESTAS HABILIDADES NADA DIGNIFICANTE, PARA QUE ALGUNS SOCIOS ACREDITEM EM SI...VAZ CASACA...SOCIO MILITANTE...5O8..................

Anónimo disse...

TAMBEM JÁ LEVANTASTES CONVITES, OU NÃO TE LEMBRAS QUANDO O PRESIDENTE TE LEVOU PARA O CAMAROTE VIP, QUE EU SAIBA NÃO DISSESRES QUE NÃO, ÉS IGUAL AOS OUTROS, NÃO MANDES PEDRAS PARA O AR, PODEM-TE PARTIR AS TELHAS.

o Alexandre disse...

Errm, se me permitem...

Há que desmistificar essa história dos convites de uma vez por todas.

As empresas que patrocinam o clube têm direito a convites por obrigação da Liga de Clubes. O Estrela é obrigado a dá-los, por causa desta mesma obrigação, e como é óbvio dá a opção de os rentabilizar, aliciando assim os patrocinadores com mais um item que se junta à publicidade que o clube lhes faz...