29/11/08

19 convocados para "partir" a mobília toda.

Depois da regularização de dois salários, os jogadores Tricolores anularam a greve que tinham marcado para os encontros com o Paços e Sporting, e vão entrar normalmente em campo já este domingo, na Mata Real, para honrar e conquistar a vitória para o nosso clube.

Jogo que vai marcar o segundo jogo de Lázaro à frente da nossa equipa, facto que já foi confirmado pelo próprio e mostrou-se "orgulhoso", ontem, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo na Mata Real, que irá ser o nosso treinador até ao final da época: "Vou ficar até final da temporada" disse o nosso novo mister. "Já chegámos a entendimento e está definido que será assim. Sinto que estou aqui para ajudar o Estrela e esta decisão é uma aposta num valor da casa" disse Lázaro.



Em relação ao jogo, e à semana de trabalhos do plantel Tricolor, Lázaro disse que correu normalmente, e que preparou sempre a equipa para jogar frente ao Paços, e que o espírito da equipa é muito bom. "A equipa não tem acusado em nada esta situação de salários em atraso, pelo menos dentro das quatro linhas, o espírito é muito bom" - "Preparei a semana sempre com a perspectiva que íamos jogar. Vou moldando a equipa à minha imagem, pois tenho outra identidade, mas é um processo lento."

Sobre o Paços de Ferreira, equipa treinada por Paulo Sérgio, Lázaro deixou o seu ponto de vista en relação à formação da capital do movél. "É uma equipa que atravessa uma fase positiva porque vem de uma vitória e um empate fora".

Na lista de convocados, já se começa a ver o dedo de Lázaro, com algumas alterações, não muitas é certo, mas destaque vai para a chamada de alguns jogadores que tinham ficado de fora com Lito Vidigal, e que por muitas vezes os adeptos se questionavam o porquê dessas mesmas opções, e o destaque disto mesmo nesta convocatória para Paços de Ferreira, é a chamada de Vítor Vinha, o lateral que fez a pré-época toda a titular do lado canhoto da nossa defesa, e que no inicio da competição foi relegado para a bancaca, e Vítor Moreno a ser colocado no seu lugar, caso parecido é o de Gonzalo Garavano. Anselmo igualmente parece voltar a ser opção mais regular nas convocatórias, também o destaque vai para o regresso de Celsinho, que esteve ausente após cumprir castigo do clube por comportamento incorrecto. De fora ficaram André Marques, Ney dos Santos, Filipe Figueiró, Marcelo Resende, Nélson Pedroso, Marco Paulo, Pedro Pereira, Rui Varela e Adul, todos por opção. Já Jorge Monteiro está recuperado da sua lesão, e na próxima semana vai regressar aos treinos normalmente com os restantes companheiros.

O jogo deste domingo, que tem o pontapé de saída marcado para as 16 horas do continente e Madeira, menos uma nos Açores, será apitado pelo sr. Nuno Roque da Associação de Futebol de Setúbal.

Últimos confrontos:

P.Ferreira 2-1 Est.Amadora - Carlsberg Cup 2008/09
P.Ferreira 2-1 Est.Amadora - bwin LIGA 2007/2008
P.Ferreira 1-1 Est.Amadora - bwin LIGA 2006/2007
P.Ferreira 2-1 Est.Amadora - Liga betandwin.com 2005/2006
P.Ferreira 2-0 Est.Amadora - II Liga 2004/2005
P.Ferreira 1-0 Est.Amadora - SuperLiga 2003/2004
P.Ferreira 4-1 Est.Amadora - Liga Portuguesa 2000/01
P.Ferreira 1-0 Est.Amadora - Liga Portuguesa 1993/94

Lista de convocados:

Guarda-redes: Nélson e Filipe Mendes.

Defesas: Vítor Moreno, Hugo Gomes, Nuno André Coelho, Daniel Mustafá, Hugo Carreira, Vítor Vinha.

Médios: Jardel, Celsinho, Luís Vidigal, Celestino, Marcelo Goianira, Fernando Alexandre e Márcio Têti.

Avançados: N'Diaye, Anselmo, Silvestre Varela e Gonzalo Garavano.

Maior força do mundo para os nossos jogadores nesta complicada deslocação à Mata Real, e igualmente para o nosso técnico Lazáro e restante equipa técnica, estamos a 100% com eles e a nossa total confiança nas suas capacidades, e que vão defender de forma igual ou melhor como tem feito até ao dia de hoje, o nosso clube que tanto gostamos e adoramos. Acreditamos na vitória, porque em situações piores este ano, a nossa equipa respondeu de forma positiva, e conseguiu resultados que estão à vista de toda a gente! FORÇA GRANDE ESTRELA!!!! Um Clube, Uma Cidade, Paixão que nos move!!!! ESTRELA SEMPRE!!!!

28/11/08

EST.AMADORA VS. Sporting - Sexta-feira 5/12 - 20h30m!

O derby entre o Est.Amadora e o Sporting (foto do encontro da época passada que terminou com vitória leonina por 2-0), é o jogo que abre a jornada 11 da Liga Sagres, a disputar no próximo fim-de-semana. O jogo entre Estrelistas e Sportinguistas está marcado para a próxima sexta-feira (5/12) com o pontapé de saída marcado para as 20h30m no Estádio José Gomes, na Amadora.


Programa completo da 11ª jornada:

Sexta-feira - 5/12:

Est.Amadora Vs. Sporting - 20h30m (SportTV1)

Sábado - 6/12:

Nacional Vs. Belenenses - 18h (SportTV1)
Académica Vs. P.Ferreira - 18h30m
Vit.Setúbal Vs. F.C.Porto - 20h30m (SportTV1)

Domingo - 7/12:

Rio Ave Vs. Naval - 16h
Marítimo Vs. Benfica - 19h15m (RTP1)

Segunda-feira - 8/12:

Vit.Guimarães Vs. Leixões - 17h30m (SportTV1)
Trofense Vs. Sp.Braga - 19h45m (SportTV1)

Jogadores receberam dois salários em atraso.


O presidente do Sindicato de Jogadores, Joaquim Evangelista, e Marco Paulo, um dos capitães da nossa equipa, confirmaram esta tarde o pagamento de dois dos salários em atraso, graças a verbas provenientes do fundo de garantia e do clube.

Graças aos esforços do Sindicato, Liga e Federação foi possível juntar 300 mil euros, dos quais foram utilizados 215 mil para pagar as referidas verbas. A este valor juntam-se ainda 48 mil euros conseguidos pela direcção Tricolor.

Com o pagamento dos dois salários em atraso, o pré-aviso de greve avançado pelos jogadores foi levantado e o Estrela vai defrontar sem qualquer problema o Paços de Ferreira, numa partida a realizar este domingo, com o pontapé de saída marcado para as 16 horas na Mata Real.

No entanto, a direcção do nosso clube terá que devolver a verba recebida do fundo de garantia disponibilizado por Sindicato, Liga e Federação, além de ter que pagar outros dois salários aos jogadores - além de um mês que está em atraso, no próximo dia 5 vence outro, relativo a Novembro.

27/11/08

Fundo de Garantia Salarial para evitar greve.

O presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, Joaquim Evangelista, admitiu a possibilidade de o Fundo de Garantia Salarial ser uma das soluções para evitar a greve dos jogadores do Estrela, na partida do próximo domingo (16h) frente ao Paços de Ferreira na Mata Real.

"Há o compromisso da Liga e da FPF aderirem ao Fundo de Garantia Salarial do SJPF e, por via disso, também se poder resolver o problema do Estrela da Amadora no imediato" disse Joaquim Evangelista, após a reunião de hoje com os nossos jogadores.

Evangelista referiu que a disponibilização das verbas para entregar sexta-feira aos jogadores do Estrela e evitar a greve para os encontros com P.Ferreira, domingo, da 10ª jornada da Liga, e Sporting, referente à 11ª, dependerá das garantias da Liga e da F.P.F na adesão ao mecanismo criado pelo Sindicato para intervir em casos de salários em atraso.

"O Fundo de Garantia Salarial não pode ficar esvaziado de um momento para outro, terá de ser completado, para que se possa acorrer às situações atípicas do futebol português em qualquer altura" acrescentou à Agência Lusa, perspectivando que Liga e F.P.F possam contribuir com 100.000 euros cada, o mesmo montante que o Sindicato afectou.

25/11/08

Joaquim Evangelista fala em "sinais positivos".


O presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) disse hoje que "há sinais positivos" de que os salários em atraso no Estrela deverão ser regularizados até sexta-feira, anulando o pré-aviso de greve.

"Existem, objectivamente, soluções para se poder resolver o problema" disse Joaquim Evangelista, depois da audiência com o secretário de Estado da Juventude e Desporto, Laurentino Dias, em que o incumprimento salarial foi o tema central na reunião entre ambos.

O dirigente adiantou que a Liga e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) "têm contactado diariamente o Sindicato no sentido de darem conhecimento sobre o que tem sido feito" mas escusou-se a revelar pormenores sobre a operação financeira que permitirá regularizar os salários em atraso no nosso clube e evitar uma situação que "os jogadores não desejam".

"Não é só a FPF e a própria Liga que estão envolvidas no processo, são também patrocinadores e estou convencido de que sexta-feira o problema possa ficar resolvido" frisou.

Hermínio Loureiro diz que a crise está quase resolvida.

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Hermínio Loureiro, revelou nesta tarde de terça-feira, que a situação no Estrela está muito perto de estar resolvida, depois de uma conversa com o presidente do nosso clube.

"Tive conhecimento hoje, por parte do presidente do Estrela da Amadora, que teve noticias positivas por parte dos pedidos feitos junto da administração fiscal, no sentido de se poderem desbloquear as verbas objecto de penhora contratualizadas com entidades externas ao clube" explicou o dirigente.

Hermínio Loureiro explicou ainda que estão a ser dados os passos necessários, em concertação com o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, para "o mais rápido quanto possível resolver a situação".

"Quando as verbas estiverem disponíveis permitirão ao clube voltar ao normal funcionamento" afirmou o dirigente, adiantando que marcou para 2 de Dezembro uma reunião da direcção da Liga de forma a encontrar medidas preventivas para fazer face a situações como esta.

Hermínio afirma que as situações "de grande dificuldade" para os clubes prejudicam a competição, pelo que é necessário "criar condições para regular o seu normal funcionamento".

23/11/08

Resumos dos jogos do ESTRELA na Liga Intercalar.



2ª Jornada (L.Inverno): Torreense 1-3 EST.AMADORA - Bruno Dias (15m); Anselmo (36m), Adul (70m) e Hamilton Júnior (73m)



3ª Jornada (L.Inverno): Sporting 1-2 EST.AMADORA - José Lopes (34m); Pedro Carvalho (29m) e Adul (48m)




4ª Jornada (L.Inverno): EST.AMADORA 5-0 Benfica - Gonzalo Garavano (5m), Celsinho (16m e 38m) e Anselmo (20m e 33m).

Jogos do Campeonato de Inverno:



Classificação do Campeonato de Inverno:



Jogos do Campeonato de Primavera:

22/11/08

Movimento "SEMPRE TRICOLORES!"



"Iniciou-se um movimento independente de Sócios, como objectivo de requerer a convocação com a máxima urgência de uma Assembleia Geral Extraordinária, tendo em atenção a absoluta necessidade de informação sobre a real situação financeira do ESTRELA. Com poucos meios e em pouco tempo, foram recolhidas 120 assinaturas de Sócios do ESTRELA, quando os Estatutos exigem pelo menos 250 para o efeito. Porque sentimos que os TRICOLORES não se conformam com aactual situação do Clube e querem exercer o seu direito de informação, o movimento segue o seu caminho e tem por agora cópias dos documentos nos Cafés "Del Negro", "Dulcineia" e "Caravela", perto do Estádio José Gomes, onde encontrámos completa disponibilidade para o efeito.

Cumprimentos
Sempre TRICOLORES"

Eu aqui no Blog associo-me a este movimento, que tem como objectivo saber a verdade sobre o estado do nosso clube, e para se poder arranjar soluções que ajudem a tirar o nosso Estrela da situação que está actualmente, e não denegrir ou manchar a imagem de quem quer que seja, isto tudo é feito por e simplesmente pelo nosso clube, o nosso Estrela, devemos todos nos juntar a este movimento e ajudar a "salvar", se assim se pode dizer, o clube. UM POR TODOS, TODOS PELO ESTRELA!!!!

P.S: Para mais informações - sempretricolores@gmail.com

António Oliveira: "Vai haver dinheiro."


António Oliveira está convicto de que "vai haver dinheiro" para evitar a concretização da greve anunciada pelos jogadores da equipa de futebol, que reclamam e com razão, salários em atraso.

"Mais não posso dizer" disse o nosso presidente, manifestando-se "mais tranquilo" depois do encontro com Hermínio Loureiro.

O presidente da Liga anunciou que convocou uma reunião de para 2 de Dezembro com o fim de abordar o caso do Estrela, bem como para debater a adopção de medidas para fazer face aos problemas do sector.

"Na reunião apresentarei a vontade clara da Liga, em conjunto com o Sindicato dos Jogadores e outras entidades, para encontrar soluções" referiu Hermínio Loureiro, considerando que este é apenas o primeiro passo.

António Oliveira relatou o caso "até ao mais ínfimo pormenor" e ficou "mais tranquilo" por saber que Hermínio Loureiro "conhece toda a situação e os motivos que levaram o clube a viver esta situação".

Loureiro referiu que António Oliveira "apresentou documentos que demonstram que o Estrela da Amadora é neste momento credor de receitas que estão penhoradas, suficientes para cumprir o orçamento anual".

"A penhora mais penalizadora está relacionada com uma garantia de pagamentos à administração fiscal, que remonta a exercícios anteriores ao da gestão da actual equipa directiva do Estrela da Amadora" explicou Hermínio Loureiro.

De acordo com o presidente da Liga, o Estado português penhorou bens e receitas, já no decorrer do campeonato, "absolutamente desproporcionais à divida certificada, que ronda os oito milhões de euros".

Hermínio Loureiro recordou o alerta deixado há oito meses, em que apelou à "contenção e moderação salarial", e defendeu a necessidade de "arregaçar as mangas, encontrar soluções e precaver esta situação no futuro".

Ainda de acordo com Hermínio Loureiro, "o Estrela da Amadora tem soluções para fazer face aos sues compromissos, mas necessita de resolver as situações pendentes". "Resolvam o que tem a resolver, mas resolvam", advertiu.

António Oliveira - que se mostrou receptivo a prestar declarações depois de resolvida a questão financeira - referiu ainda que debateu com Hermínio Loureiro "outros assuntos para o futuro do futebol português".

António Oliveira reafirmou ter ficado "mais tranquilo, porque a Liga, embora não tendo disponibilidade financeira para resolver este tipo de situações, ouviu as razões e os motivos que levaram o Estrela a estar como está."

21/11/08

Clube não se vai queixar de J.Evangelista.

O Estrela descarta em definitivo accionar qualquer queixa contra o presidente do Sindicato de Jogadores de Futebol Profissional (SJPF), elogiando inclusivamente a postura "muito construtiva" de Joaquim Evangelista no último mês.


O advogado do nosso clube, João Morais, frisou em declarações à Agência Lusa que Joaquim Evangelista tem agido no último mês "de forma construtiva e sempre na perspectiva de ajudar" na questão dos salários em atraso no plantel Tricolor.

João Morais admitiu, que o Estrela ficou inicialmente "chocado" quando ouviu as dúvidas de Joaquim Evangelista sobre a validade da documentação apresentada pelo clube na altura do licenciamento para a época em vigor.

Dúvidas, que surgiram se bem se lembram, numa conferência de imprensa realizada a 31 de Outubro, que serviu para anunciar o recurso ao Fundo de Garantia Salarial para auxiliar os nossos jogadores, Joaquim Evangelista acusou o nosso clube de ter apresentado uma "declaração falsa" para cumprir os requisitos de inscrição.

"Ao longo do último mês aconteceram muitas coisas e uma delas foi o facto de o presidente do sindicato ter tido a oportunidade de confirmar, junto da Liga, que a inscrição do Estrela da Amadora cumpria com todos os requisitos" revelou João Morais.

Sobre a execução de penhora às receitas das transmissões televisivas solicitada por José Carlos Salvado, João Morais adiantou que está praticamente fechado um acordo com um dos credores do Estrela.

"Ainda não está assinado, mas diria que está na sua fase terminal, tendo em conta que os termos do acordo estão perfeitamente definidos. Estamos na iminência da sua conclusão" insistiu o advogado.

Segundo João Morais, falta apenas o Estrela obter "uma determinada garantia", cujo montante não quis revelar, para selar definitivamente o acordo com José Carlos Salvado. "Falta só o Estrela da Amadora prestar a garantia que foi acordada", esclareceu.

Na origem desta penhora está um empréstimo concedido por José Carlos Salvado ao Estrela da Amadora no início dos anos 90, dívida ratificada pelo clube em Assembleia Geral e assumida pela Direcção da altura, a 25 de Maio de 1995.

Maurício: "Infelizmente, é uma realidade no Estrela."


Maurício, ex-capitão do Estrela na época passada, apesar de longe, na Grécia (onde alinha no Ergotelis juntamente com Kennedy) lamenta que a situação dos salários em atraso se esteja a repetir esta temporada no Estrela. Defende a união dos clubes e jogadores neste problema, mas salienta que a apenas a paragem não é suficiente.

"Para mim é complicado comentar estes problemas. Até porque os vivi na pele no ano passado. Sabemos que o presidente tem tentado tudo para regularizar a situação, mas não tem sido bem sucedido" diz Maurício, vincando: "No ano passado, tal como este, o presidente passava aos jogadores, nomeadamente aos capitães, o que lhe diziam. Confia na palavra de outros e passa essa esperança. O problema é que depois não cumprem e fazem-no não cumprir. Não estou, contudo, a dizer que esteja isento de culpa. Esta não é apenas dele. Todavia, é quem dá a cara e quem tem de pagar."

O nosso ex-capitão prossegue: "Os salários no clube não são altos. Não recebendo o dinheiro faz muita falta. No ano passado houve quem tivesse dificuldades muito sérias. É lamentável que isto aconteça na Liga. Infelizmente, é uma realidade no Estrela."

20/11/08

H.Loureiro convoca A.Oliveira para uma reunião.

Vai realizar-se esta sexta-feira pelas 11h, na sede da Liga Portuguesa de Futebol, na cidade do Porto, uma reunião entre Hermínio Loureiro e António Oliveira.

O presidente da Liga marcou a reunião "para se inteirar de todos os factos que concorrem para a situação a que chegou o Estrela da Amadora e encontrar uma solução" de acordo com o que disse fonte da Liga à agência Lusa.

Emílio Lima quer Comissão a dirigir o ESTRELA.


Emílio Lima, candidato derrotado nas eleições de 2003, solicitou a convocação de uma assembleia geral de modo a que todos os sócios sejam esclarecidos da actual situação que o clube atravessa neste momento.

Mais: o sócio nº3606 Tricolor, entende que a Direcção deve demitir-se de modo a ser nomeada uma Comissão Administrativa. "Esta Direcção não tem condições para continuar. Devia colocar o lugar à disposição para que seja criada uma comissão formada por pessoas sérias e competentes. Assumo, aliás, a responsabilidade de liderar a comissão, que não terá, com certeza, qualquer membro do actual executivo" revelou Emílio Lima, acrescentando que o clube terá, urgentemente, de negociar as penhoras e promover uma auditoria às contas.

"Há quatro ou cinco anos que não há relatório e contas. Gostaria de saber o que a Liga tem em seu poder para inscrever o Estrela. As penhoras que se falam decorrem de acordos que não foram cumpridos pela Direcção." Emílio Lima apelou ainda aos nossos jogadores que retirem o pré-aviso de greve. "Há o risco de o clube desaparecer. Peço até aos jogadores e ao Sindicato para que desconvoquem a greve, dando, assim, tempo para se encontrar soluções".

Brasil 6-2 PORTUGAL.

19/11/08

Liga Intercalar: EST.AMADORA 5-0 Benfica.


O Estrela recebeu esta quarta-feira no Complexo Desportivo Monte da Galega, o Benfica, em jogo a contar para a Liga Intercalar, e a equipa Tricolor vingou-se da derrota para o campeonato do último domingo (1-0), e goleou a equipa da Luz por claros 5-0! O Estrela entrou praticamente a ganhar na partida com um golo de Gonzalo Garavano à passagem do quinto minuto. Depois foi sempre a somar, Celsinho aos 16 e 38 minutos e o grande Anselmo aos 20 e 33 minutos a fazerem a contabilidade Estrelista neste jogo, que com esta vitória deu a liderança da Liga Intercalar - Zona Sul a par do Mafra, ambos com 9 pontos.

18/11/08

Jogadores de regresso aos treinos.

O plantel Tricolor voltou hoje aos treinos, secção que decorreu no José Gomes, depois do dia de folga que se seguiu ao encontro com o Benfica e ainda sem receberem os três meses de salários em atraso, como foi prometido por parte do presidente António Oliveira, como já é sabido.

A equipa, avançou na passada sexta-feira com um pré-aviso de greve para os jogos da 10ª jornada da Liga Sagres, com o Paços de Ferreira na Mata Real, e da 11ª, com o Sporting no José Gomes.

A greve só não acontecerá se, entretanto, a direcção efectuar o pagamento da totalidade das verbas em atraso como já se sabe. E os jogadores já anunciaram que não vão prestar mais declarações sobre o assunto até ao encontro com os pacenses, marcado para 30 de Novembro (data sujeita ainda a alterações).

Lito Vidigal: "Dei a cara para ajudar os meus meninos."


Em entrevista esta terça-feira ao jornal Record, Lito Vidigal falou pela primeira vez desde que, precisamente há uma semana atrás se demitiu de técnico do nosso clube.

Lito assume ter batido com a porta por necessidade de fazer algo para despertar consciências, numa tentativa de obter ajuda para os "meninos" dele.

"Desde o primeiro dia, quando aceitei o cargo, que disse que iria colocar o Estrela da Amadora à frente de tudo, e foi isso que fiz. Senti que não havia outra saída a não ser sacrificar-me para que olhassem para este problema. Vejo com muita mágoa esta situação. O Estrela passa por graves dificuldades, mas é um clube viável, desde que se mantenha na Liga. Desportivamente está encaminhado para isso" diz Lito de forma emocionada.

Quando questionado se não terá abandonado o barco a meio da tempestade, Lito dispara: "Falei muito com os meus jogadores, com o presidente e os dirigentes. Sou muito preocupado com tudo o que me rodeia. E, neste caso, achei sempre que havia a possibilidade de se dar a volta. Não saí pelos ordenados em atraso. Estes espoletaram a situação: dei a cara e encontrei-me numa posição sem retorno. Pedimos ajuda, fizemos reivindicações e não conseguimos nada. Como tal, e como a minha palavra funciona como um BI da minha personalidade... Não estou arrependido e voltaria a fazê-lo para ajudar os meus meninos!"

Sobre o jogo em Coimbra, para a Taça de Portugal frente à Académica, e as atitudes de união demonstradas no final do desafio pelos nossos jogadores e equipa técnica, revela: "Conseguimos uma equipa fantástica, estamos muito unidos até pelas dificuldades. O que se viu foi essa união. O meu pedido de rescisão também tem que ver com esse momento. Isto, apesar de os meus atletas dizerem que as coisas não passavam por aí."

Em jeito de balanço considera o jogo ante o "Vit.Setúbal o mais conseguido, apesar da derrota". Todavia, prefere recordar "os dias de entrega total de todos."

Miguel: "Liga, Federação e Governo deviam ajudar o Estrela."


Miguel não esquece o nosso Estrela e por isso está solidário com os colegas de profissão. "Infelizmente, há clubes em situação difícil por falta de apoio da Liga, da Federação e do Governo. Penso que essas entidades deviam ajudar" afirma o defesa-direito do Valência, que tem uma estima enorme ao nosso clube, onde se formou como futebolista.

"Só tenho a dizer bem do clube porque ajudou-me bastante e abriu-me as portas da 1ª Liga (estreou-se a 30 de Abril de 1999, no Estádio do Bessa, pela mão de outro grande Estrelista, Jorge Jesus). Os jogadores não merecem o que lhes está a acontecer e é com pena que vejo o Estrela assim tão mal" admitiu o internacional português.

A mágoa de Miguel é ainda maior pelo facto de a crise no Estrela estar a prejudicar velhos amigos.

"Conheço bem o Hugo Carreira, o Lázaro e o Pedro Simões, porque joguei com eles, e dou-me bem com o Moreno. Daqui vai todo o meu apoio" refere, acrescentando: "Espero que tudo se resolva rapidamente."

17/11/08

Lázaro treinador até ao final da época.

Foi encontrada em nossa casa a solução para a liderança do Estrela até ao final da temporada: Lázaro, técnico adjunto do nosso clube desde que terminou a sua carreira de futebolista igualmente no nosso clube, já integrou 3 equipas técnicas, com António Conceição (Toni), Daúto Faquirá e agora mais recentemente com Lito Vidigal, que se demitiu no inicio da semana passada após o encontro com a Académica que os Tricolores venceram por 1-0, foi nessa condição que orientou a equipa no estádio da luz frente ao Benfica, e que bem que o fez Lázaro, com a ajuda de Raúl Silva, os dois deram bem conta do recado, com boas opções, tanto as que iniciaram a partida como as que entraram no decorrer da mesma, com Lázaro sempre de pé a dar indicações e a tirar notas no seu bloco, como um treinador moderno e de classe, Lázaro que por esse motivo de passar a ser treinador principal, trocou o seu habitual fato de treino por um fato, fato que vai passar a envergar todos os domingos, quando o Estrela jogar, pois apartir de hoje é o novo treinador do Clube de Futebol Estrela da Amadora. FORÇA LÁZARO!!!! OS ESTRELISTAS ESTÃO CONTIGO!!!! ESTRELA SEMPRE!!!!

Reacções de Lázaro e Luís Vidigal.


-Lázaro: "Caso tratado esta semana."

P: O Estrela, apesar dos problemas, acabou por fazer uma exibição consistente...

R: Penso que o Estrela teve uma atitude muito positiva, face aos problemas que atravessa. Mas eu não esperava outra coisa dos jogadores, devido à forma empenhada como têm trabalhado.

P: Sente que a equipa quebrou na segunda parte?

R: Discordo da sua opinião. O Benfica é que acelerou o jogo na segunda parte, o que nos desposicionou e obrigou a falhar.

P: Deram 15 dias até ao jogo com o Paços de Ferreira para a situação se resolver. Confia na direcção?

R: Em breve a situação ficará resolvida. Estou convencido que no final da semana este problema já acabou.

P: Recebeu um abraço de Quique antes do jogo...

R: O treinador do Benfica é muito simpático e teve grande respeito pelo Estrela. Durante a semana avisou que esperava um Estrela forte e foi isso que se viu aqui.


-Vidigal: "Melhor grupo que já encontrei"

"Este é o melhor grupo de trabalho que já encontrei. Há juventude aqui que tem de ser seguida, são jogadores que têm personalidade fora do normal e peço às pessoas do futebol para olharem por eles" desabafou.

"Temos suportado situações adversas há meses. Espero que haja salvação. Seria um vergonha para Portugal uma equipa não participar num jogo do campeonato por situações destas."

Resumo do Benfica 1-0 EST.AMADORA.

15/11/08

20 convocados para a Luz.

Lá vão os nossos heróis para mais uma luta (jogo), com a sua coragem, raça, vontade e querer, para ir à conquista de um bom resultado para as nossas cores. Estamos naturalmente com eles, e acreditamos a 100%...ou melhor e direi eu, e para mim é a 200% no seu profissionalismo, qualidades e capacidades! Ao contrário do que acontece nos ditos clubes "grandes", quando perdem, os jogadores não são os piores, como quando ganham não são os maiores do mundo.

Agora com um Estrelista de gema a comandar a equipa, o nosso saudoso Lázaro, que este domingo vai dirigir a equipa no jogo frente ao Benfica. Já durante e nos poucos treinos que a equipa fez durante a semana, foi Lázaro quem dirigiu os aprontos com a ajuda de Raúl Silva e Pedro Simões (igualmente dois homens da casa). Outro ex-homem da casa poderá vir a ser o novo técnico Tricolor, de seu nome Fonseca, lembra-se bem dele concerteza, central que muitos anos envergou a camisola do nosso clube, tendo sido igualmente capitão de equipa, e já ter passado pela formação do nosso clube como capitão, Fonseca é actualmente treinador do Odivelas da 2ª divisão, clube ao qual chegou este ano vindo do 1º Dezembro.

Na antevisão do derby, Lázaro foi como um treinador normal à sala de imprensa do José Gomes, sereno e tranquílo falou aos jornalistas presentes sobre o encontro com o Benfica, encontro que será dirigido por João Capela de Lisboa, e disse inclusivé que a equipa está motivada e quer um resultado positivo na Luz!



"Esta é uma equipa motivada, apesar de tudo. Continuamos a praticar bom futebol e queremos obter pontos na Luz!" garantiu Lázaro mostrando o verdadeiro espirito Estrelista, homem que igualmente já passou por dificuldades quando era jogador, mas nunca abandonou o barco...e que agora continua e leva a equipa e o clube para a frente. "Vai ser um jogo complicado. O Benfica ainda não perdeu, tem a melhor série de golos e o melhor ataque", perspectivou Lázaro, em relação à equipa do Benfica.

Lázaro também abordou a questão dos salários mais concretamente, e disse que continua a acreditar no presidente e na direcção que dirige actualmente o nosso clube, e que as coisas vão se resolver: "Tenho de elogiar o brio profissional dos jogadores. Para este jogo vou manter o trabalho desenvolvido pelo Lito Vidigal e não irei promover muitas alterações"..."Acredito na palavra do nosso presidente e acredito que segunda-feira vai pagar" defendeu Lázaro.

Últimos confrontos:

Benfica 3-0 Est.Amadora - bwin LIGA 2007/2008
Benfica 3-1 Est.Amadora - bwin LIGA 2006/2007
Benfica 2-0 Est.Amadora - Liga betandwin.com 2005/2006
Benfica 3-1 Est.Amadora - SuperLiga 2003/2004
Benfica 3-1 Est.Amadora - Taça de Portugal 2003/2004
Benfica 2-1 Est.Amadora - Liga Portuguesa 2000/01
Benfica 2-0 Est.Amadora - Liga Portuguesa 1999/00
Benfica 2-0 Est.Amadora - Liga Portuguesa 1998/99
Benfica 2-2 Est.Amadora - Liga Portuguesa 1997/98
Benfica 2-0 Est.Amadora - Liga Portuguesa 1996/97

Lista de convocados:

Guarda-redes: Nelson e Filipe Mendes;

Defesas: Vítor Moreno, Nuno André Coelho, Hugo Carreira, Daniel Mustafa, Vítor Vinha e Hugo Gomes;

Médios: Marco Paulo, Jardel, Luís Vidigal, Marcelo Goianira, Celestino, Fernando Alexandre e Márcio Têti;

Avançados: N'Diaye, Anselmo, Pedro Pereira, Silvestre Varela e Adul.

Desejar então a maior sorte para os nossos jogadores para esta partida, e que temos esperança que apesar de tudo, possam trazer um resultado positivo do Estádio da Luz, os adeptos que poderem deixo o apelo, que vão à Luz apoiar a nossa equipa, com orgulho levem um cachecol, uma bandeira, um boné, etc...o nosso clube e os nossos jogadores merecem todo o apoio, esqueçam os grandes, que ganham milhões e milhões e que não cumprem os seus objectivos a que se propõe todos anos no inicio de cada época!!!! FORÇA GRANDE ESTRELA!!!! Um Clube, Uma Cidade, Paixão que nos move!!!! ESTRELA SEMPRE!!!!

14/11/08

Direcção enaltece profissionalismo dos futebolistas.


No seguimento do anúncio do pré-aviso de greve por parte dos nossos profissionais, a Direcção do nosso clube emitiu um comunicado onde, para além de elogiar o profissionalismo dos nossos atletas (assim como a postura de Joaquim Evangelista, líder do Sindicato dos Futebolistas), assumiu já ter em seu poder um cheque que lhe permitirá saldar, na próxima segunda-feira, parte dos salários em atraso.

Passo a transcrever o comunicado:

"A Direcção do Clube de Futebol Estrela da Amadora tomou conhecimento que os seus atletas decidiram avançar com um pré-aviso de greve, pelo facto de não terem recebido os salários correspondentes ao exercício da sua actividade de futebolistas profissionais.

De forma a evitar o alastramento de opiniões que em nada contribuem para o bem do futebol e do Clube de Futebol Estrela da Amadora, em particular, importa esclarecer o seguinte:

1. A Direcção do Clube de Futebol Estrela da Amadora tem vindo a defrontar-se com sérias dificuldades financeiras, cuja origem e dimensão remonta a anos anteriores à tomada de posse dos actuais corpos sociais;

2. Não obstante a adopção de uma rigorosa e criteriosa gestão financeira, comprovada pelo reduzido orçamento, apontado até como baixo para um clube da maior competição do futebol português, a verdade é que não foi possível o pagamento pontual dos salários dos profissionais do Clube de Futebol Estrela da Amadora;

3. Na sequência de diversos contactos estabelecidos com entidades que se mostraram disponíveis para ajudar o Clube, entendeu a Direcção que estavam criadas as condições para assumir o compromisso de pagar aos seus atletas até ao passado dia 13 de Novembro, situação que foi dada a conhecer a eles próprios e ao Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol;

4. Acontece, porém, que as entidades que aceitaram proceder ao adiantamento das quantias destinadas ao pagamento aos atletas, por razões administrativas relacionadas com o respectivo funcionamento interno, apenas tiveram a possibilidade de disponibilizar um cheque às 17 horas do dia de hoje;

5. À hora em que o cheque foi recebido não era já possível a respectiva conversão em dinheiro, tendo em conta que os bancos já estavam encerrados, para além de não terem a possibilidade de disponibilizar importâncias tão elevadas sem que haja uma prévia solicitação.

6. A Direcção do Clube de Futebol Estrela da Amadora deu conhecimento dessa impossibilidade ao Presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, pessoa que tem tido um comportamento que aqui se enaltece;

7. Não obstante todos os esforços levados a efeito, inclusive pelo Sindicato que, ao que se sabe, se disponibilizou para receber o cheque e emitir cheques da respectiva conta, não foi possível acolher a aceitação por parte de todos os atletas;

8. O brio e o profissionalismo de todos os elementos do plantel são o maior garante de que, no próximo domingo, no estádio do nosso adversário, mais uma vez ficará demonstrado que os problemas que têm vindo a ocorrer não obstarão à obtenção do melhor resultado;

9. A Direcção do Clube de Futebol Estrela da Amadora entende e respeita a posição dos seus atletas e manifesta-se convicta de que, na próxima 2ª feira, com a efectivação do pagamento, é possível alcançar um entendimento que satisfaça os interesses de todas as partes envolvidas e que contribua para a manutenção de um clima de serenidade no futebol português;

A Direcção do Clube de Futebol Estrela da Amadora"

Jogadores avançam com pré-aviso de greve.


Os jogadores do Estrela, acompanhados por Joaquim Evangelista, anunciaram esta tarde, na sede do Sindicato de Jogadores, que avançam mesmo com o pré-aviso de greve na sequência de mais um dia em que o presidente António Oliveira não cumpriu o prometido pagamento de parte dos salários em atraso.

O presidente mostrou-se incapaz de resolver o problema, pese embora ter garantido ontem ao presidente do Sindicato dos Jogadores que iria efectuar o pagamento de um mês de salários aos 41 funcionários ligados à equipa de futebol profissional.

O pré-aviso de greve não irá afectar a próxima partida de domingo, frente ao Benfica, na Luz, pois só passados cinco dias úteis do anúncio é que os jogadores poderão entrar em greve.

"Os jogadores vão avançar com o pré-aviso de greve para os próximos dois jogos e apenas quando for paga a dívida total será desconvocada" anunciou o presidente do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol, Joaquim Evangelista.

Taça de Portugal - 5ª Eliminatória: EST.AMADORA Vs. O.Moscavide.


Foi hoje realizado ao inicio da tarde, o sorteio referente aos oitavos de final da Taça de Portugal Millenium no Auditório Manuel Quaresma, da Sede da Federação Portuguesa de Futebol. E a sorte ditou ao Estrela um adversário de uma divisão secundária (2ª), a formação dos Olivais e Moscavide, jogo que irá acontecer no relvado do Estádio José Gomes na Amadora, a 14 de Dezembro (domingo). Mas informações sobre este encontro em breve aqui no Blog e sobre o nosso adversário.


Todos os jogos do Oitavos-de-final:

Torre Moncorvo / Vit.Setúbal) Vs. Vitória de Guimarães (L)
Atlético de Valdevez (II) Vs. (Santa Clara/Lusitano/Fiães/Freamunde/U. Madeira)
Estrela da Amadora (L) Vs. Olivais e Moscavide (II)
Paços de Ferreira (L) Vs. Vizela (LH)
Leixões (L) Vs. Benfica (L)
Cinfães (III) Vs. FC Porto (L)
Trofense (L) Vs. Nacional (L)
Naval 1º Maio (L) Vs. Portimonense (LH)

Hoje já haverá dinheiro!


Não foi ontem...mas vai ser hoje, que finalmente os jogadores do plantel Tricolor vão receber o primeiro salário desta temporada.

A garantia foi transmitida já esta madrugada ao presidente do Sindicato dos Jogadores, Joaquim Evangelista, que disse, após uma reunião com o nosso presidente do António Oliveira, e os advogados João Morais (Est.Amadora), Paulo Lourenço (F.P.F) e João Nogueira da Rocha (Sindicato), terem sido apresentadas "garantias concretas". Os 142 mil euros, para pagamento de um mês aos 41 funcionários ligados à equipa de futebol profissional serão pagos após o treino da manhã, que tem início agendado para as 10h.

"Há indicadores precisos, dados pelos assessores que acompanharam o presidente do Estrela, que a situação fiscal seria resolvida em breve. Desejo que tudo corra bem para o Estrela." disse Evangelista, enquanto António Oliveira se escusou a falar: "Irei fazê-lo quando pagar tudo, o que espero conseguir dentro em breve."

A origem do dinheiro que hoje será pago fica, entretanto, no segredo dos deuses. "Não interessa. Veio de uma pessoa anónima" respondeu, a propósito, Joaquim Evangelista.

Ney finalmente autorizado a jogar.

Três meses depois, Ney recebeu finalmente autorização para jogar com a camisola do nosso Estrela da Amadora. Suspeito de ter alinhado em dois clubes, o ex-jogador do Joinville, do Brasil, já pode ser utilizado no campeonato. O Estrela pediu à FIFA um parecer em relação a esta situação que tardou em chegar...desde Setembro que o Estrela pediu o parecer e só agora a meio de Novembro emitiu a sua decisão, portanto é prov que não é só em Portugal que as coisas andam devagar, devagarinho e paradas.

A Confederação Brasileira de Futebol, chamada a intervir neste processo, já enviou o historial do jogador para o clube Tricolor, com o consentimento da FIFA, que deu parecer favorável à utilização do jogador. O lateral-direito está, por isso, pronto a estrear-se na Liga Sagres com a camisola Estrelista, após já ter actuado pelo clube na Liga Intercalar.

13/11/08

Convocatória da Selecção Nacional A.

Carlos Queiroz já divulgou igualmente a lista de convocados para o jogo particular da próxima semana (quarta-feira) frente ao Brasil em Brasília. Em relação à última convocatória, o seleccionador deixou de fora vários jogadores, incluindo Nuno Gomes e Ricardo Quaresma. Carlos Martins, Tonel, Yannick e Daniel Fernandes também não estão no lote de convocados. De regresso está Simão, que falhou a última convocatória por lesão.





Lista dos convocados:

Atlético Madrid: Maniche e Simão
Chelsea: Bosingwa, Deco e Paulo Ferreira
Zenit: Danny
F.C.Porto: Bruno Alves, Raúl Meireles e Rolando
Galatasaray: Fernando Meira
Juventus: Tiago
Manchester United: Cristiano Ronaldo e Nani
Real Madrid: Pepe
Sp.Braga: César Peixoto e Eduardo
S.L.Benfica: Quim
Sporting.C.P: João Moutinho
Werder Bremen: Hugo Almeida
Valência: Miguel

Convocatória da Selecção Nacional de sub-21.

O seleccionador nacional de sub-21, Rui Caçador, divulgou esta quinta-feira a convocatória da selecção de esperanças portugueses que vão jogar um particular frente à selecção espanhola no próximo dia 18 de Novembro. Rui Caçador convocou vinte jogadores para o encontro, que se vai disputar no Estádio Municipal do Cartaxo.







Lista de convocados:

Atlético.C.P: João Martins
Arsenal: Rui Fonte
Boavista: Pedro Moreira
Desp.Aves: Ruben Lima
Nacional: João Aurélio
C.D.Santa Clara: André Pinto
Trofense: Tiago Pinto
F.C.Porto: Daniel Candeias e Hugo Ventura
Sp.Braga: Orlando Sá e Stélvio Cruz
Sp.Covilhã: Bura
Olhanense: Castro, João Gonçalves e Ukra
Sporting.C.P: Daniel Carriço, Bruno Pereirinha e Rui Patrício
S.L.Benfica: Miguel Vitor
Varzim.S.C: Yazalde

12/11/08

Direcção promete pagar um ordenado esta quinta-feira.

A direcção do Estrela comandada por António Oliveira, nosso presidente, chegou hoje a acordo com o plantel para o pagamento, esta quinta-feira, de um dos ordenados em atraso. Em caso negativo, os jogadores avançarão com o pré-aviso de greve. Desta forma, e com o entendimento, vai permitir ao plantel Tricolor regressar aos treinos e estar disponível para os próximos jogos normalmente.

O acordo prevê que seja pago um salário (142 mil euros na soma de todos os ordenados) a cada jogador até esta quinta-feira, caso contrário o plantel avança com um pré-aviso de greve a todos os jogos até que a totalidade da dívida ao futebol profissional esteja totalmente paga.

O compromisso foi anunciado ao final da tarde na sala de imprensa do estádio José Gomes por Joaquim Evangelista (presidente do SJFP) que falou em nome dos jogadores, avançando que o acordo permite aos futebolistas encarar o futuro próximo com "optimismo e perspectivar a regularização posterior da sua situação salarial". O dirigente contou que conversou com António Oliveira, e que este o colocou a par dos processos que levaram o Estrela a chegar a esta triste situação. O sindicalista deixou um apelo para que os demais clubes evitem chegar a este ponto.

António Oliveira assumiu o compromisso, manifestando-se desgastado com toda a situação: "Ficou combinado esse compromisso. Tenho feito tudo pelo clube. Esta situação aconteceu já depois do orçamento ter sido feito. Tinha falado com os jogadores e tinha-lhes dito que ia cumprir o sonho de pagar até antes do dia, mas houve situações com as quais não contávamos [penhoras]. Não tem sido fácil, mas penso que as condições neste momento são outras. Tem sido desgastante para os jogadores e para a direcção. Chegámos a envergonhar-nos" destacou o presidente.

O presidente esclareceu ainda que, com o pagamento previsto para esta quinta-feira, o clube fica apenas a dever dois salários em relação à corrente temporada. "Não tinha intenção de estar aqui, só queria falar quando a situação estivesse resolvida e abrir o livro sobre as informações que têm chegado à comunicação social. Com o pagamento de amanhã ficam a faltar dois, uma vez que os contratos são de dez e não de doze meses" acrescentou.

Joaquim Evangelista aproveitou ainda a conferência de imprensa para promover o Fundo de Garantia Salarial, anunciando que deseja que a F.P.F e a L.P.F.P entrem no fundo com o mesmo valor que o Sindicato avançou: 100 mil euros. O dirigente referiu ainda que está a pressionar a L.P.F.P no sentido de mudar as regras que permitem aos clubes iniciar a temporada sem apresentar garantias de que podem garantir o pagamento dos salários até ao final da temporada. "Que haja novas regras para o ano e, se não houver, assumo aqui o compromisso de mobilizar os jogadores para não iniciarem o campeonato sem esta garantia. Isto envergonha os dirigentes, as instituições e o país e humilha os jogadores" referiu.

Foi nesta altura que o nosso presidente, António Oliveira tomou a palavra: "O Estrela podia provar que tinha receitas suficientes para pagar o orçamento de 2 milhões de euros, com deslocações já incluídas. Os clubes devem provar como vão pagar e nessa medida não tenho de me envergonhar. Só o contrato de direitos desportivos chega para assumir esses compromissos" garantiu António Oliveira.

Liga Intercalar: Sporting 1-2 EST.AMADORA.


O Estrela foi esta tarde à Academia Sporting/Puma, em Alcochete, vencer o Sporting por 2-1 em jogo a contar para a Liga Intercalar Zona Sul. Os golos da equipa Tricolor que foi orientada por Lázaro, homem da casa, foram apontados por Pedro Carvalho aos 25 minutos e Adul aos 48 minutos, o golo da equipa leonina foi apontado aos 34 minutos por intermédio de José Lopes. Com esta vitória o Estrela subiu ao 2º lugar da classificação com 6 pontos, a 1 do Mafra que é líder com 7. Na próxima partida (19/11) o Estrela irá receber no Monte da Galega a equipa do Benfica.

Joaquim Evangelista reunido com os jogadores do Estrela.


Joaquim Evangelista está reunido com os jogadores do Estrela que solicitaram a sua presença no José Gomes. O presidente António Oliveira ainda não foi visto no Estádio José Gomes até ao momento.

O treino desta tarde voltou a não se realizar como já era esperado.

Ao que tudo indica ainda não há dinheiro para regularizar os salários em atraso ou parte deles. Ainda que os jogadores possam continuar sem treinar, a presença domingo, no Estádio da Luz, não estará em risco.

Prazo alarga-se até esta quarta-feira.

Após reunião com o presidente António Oliveira, os capitães do Estrela, Hugo Carreira, Marco Paulo e Nélson, compareceram perante os jornalistas na sala de imprensa do José Gomes, anunciando que a situação desta terça-feira se vai voltar a repetir hoje.

O plantel Tricolor não treinou e estive toda a tarde na Reboleira, contando com o apoio do treinador Lito Vidigal e restante equipa técnica. Hugo Carreira foi o único a falar e não escondeu a desilusão com toda a situação.

"Decidimos não treinar porque não existem condições. Estivemos à espera que o presidente pudesse pagar mas assim não aconteceu. Vamos esperar até amanhã. Vamos ver o que acontece, é mais um dia", referiu o central, reconhecendo que o líder do clube "tem feito as coisas de forma a arranjar as verbas em falta" e que "ficou esclarecido que ele tem que arranjar o dinheiro."

Hugo Carreira destacou que o treinador Lito Vidigal está com o grupo e que esta quarta-feira voltam a apresentar-se nas instalações do clube às 14h30m à espera que haja o aguardado pagamento dos salários em atraso.

Quanto ao encontro no estádio da Luz com Benfica, marcado para domingo (18h30m), o capitão do Tricolor afirmou ser difícil falar numa eventual greve. "Neste momento passa tudo pela nossa cabeça mas sempre fomos e seremos profissionais" garantiu Carreira.

"A esperança é a última coisa a morrer... temos que acreditar embora já seja difícil acreditar nas pessoas" lembrou ainda Hugo Carreira, reconhecendo que todos os jogadores portugueses se deviam solidarizar com a situação que estão a viver, perspectivando uma eventual posição de força da classe.

Aliás, o defesa recordou o que aconteceu há alguns anos em Espanha, onde o campeonato chegou a parar, mas também salientou que "os jogadores acabam por ter pouca expressão em Portugal".

11/11/08

Taça de Portugal - 5ª Eliminatória/Oitavos-de-final: Sorteio Sexta-feira.


O Sorteio da 5ª Eliminatória/Oitavos-de-final da Taça de Portugal Millennium vai ter lugar na próxima 6ª feira (14 de Novembro), pelas 13h, no Auditório Manuel Quaresma da Sede da Federação Portuguesa de Futebol em Lisboa.

10/11/08

Taça de Portugal: 4ª Eliminatória - Resultados.


Taça de Portugal - 4ª Eliminatória:

Boavista (LH) 0-2 Vit.Guimarães (L)
Olivais e Moscavide (II) 2-0 Beira-Mar (LH)
Arouca (II) 0-0 P.Ferreira (L) 0-0, após prolong. (1-3, g.p.)
Portimonense (LH) 3-0 Varzim (LH)
Vizela (LH) 3-1 Esmoriz (II)
Gondomar (LH) 0-2 Trofense (L)
Leixões (L) 0-0 Santana(II) 3-0, após prolong.
Cinfães (III) 1-0 CD. Fátima (II)
Atlético de Valdevez (II) 1-0 Gil Vicente (LH)
Académica (L) 0-1 Est.Amadora (L)
Naval 1º Maio (L) 2-2 Belenenses(L) 3-2, após prolong.
Sporting (L) 1-1 FC. Porto (L) 1-1, após prolong. (4-5, g.pen.)
Nacional Madeira (L) 1-0 Sp.Braga (L)
Benfica (L) 3-0 Desp. Aves (LH)
Torre de Moncorvo (III) - Vit.Setúbal (L) (19/11; 15h)

a) Vencedor do jogo nº 10103001 - União da Madeira (II)

a) 1ª Eliminatória – Jogo nº 10101038: Lusitano GC/Fiães SC – Protestado
2ª Eliminatória – Jogo nº 10102011: Santa Clara/Vencedor jogo nº10101038
3ª Eliminatória – Jogo nº 10103001: Vencedor jogo nº 10102011/Freamunde

3ª Eliminatória: Peniche 1-3 Torre Moncorvo


Próxima Eliminatória - 5ª Eliminatória/8 Avos-de-final (Eliminatória agendada para o próximo dia 14/12)

Apurados (13 clubes + 3 ainda por apurar)

Liga Sagres (9 clubes): Est.Amadora, F.C.Porto, Nacional, Naval, Trofense, Vit.Guimarães, Leixões, P.Ferreira e S.L.Benfica.

Liga Vitalis (2 clubes): Portimonense e Vizela.

2ª Divisão (2 clubes): O.Moscavide e Atlético de Valdevez.

3ª Divisão (1 clube): Cinfães.

2 clubes por apurar:

a) Torre de Moncorvo (III) - Vit.Setúbal (L) (19/11 - 4ª feira; 15h)

b) Freamunde (LH) jogará no terreno do vencedor da eliminatória entre Santa Clara (LH) e vencedor do Lusitano Évora (III) e Fiães (III). A equipa que se apurar irá receber o U.Madeira (II) em jogo da 4ª Eliminatória.

Resumo do Académica 0-1 EST.AMADORA.

Jogadores solidários com o treinador.


"O grupo é forte e unido. Estamos todos solidários uns com os outros, inclusivamente com a equipa técnica. Na próxima terça-feira será tomada uma posição em conjunto, que não deverá ser diferente da do nosso treinador" disse à Agência Lusa fonte do plantel Tricolor.

A mesma fonte revelou que "há muitos jogadores em situação precária" e que, apesar do comunicado por eles emitido, nada se resolveu.

"Não somos os culpados desta situação. Estamos todos no mesmo barco e a posição que iremos tomar é aquela que nos obrigam a fazer" afirmou.

Reacção de Lito Vidigal.


Lito Vidigal: "Não tenho condições para continuar"

"Não tenho mais condições para trabalhar. Demissão? Entendam como quiserem. Já fizemos de tudo, um comunicado, pedimos ajuda, e nada se alterou. Que mais posso dizer destes jogadores? São tremendos, brutais. Não lhes posso fazer mais mal. Por isso, se calhar, eu é que tenho de me sacrificar para ver se esta equipa tem futuro e alguém vem para ajudar. Na terça-feira vou à Reboleira mas não darei o treino. Os jogadores não sei o que farão, eu falo por mim. Sou uma pessoa de palavra e estou preso a uma assinatura."

Taça de Portugal: Académica 0-1 EST.AMADORA.

Mais uma vez os nossos jogadores mostraram o exemplo e defenderam com a maior raça e orgulho a camisola e as cores do nosso clube, realmente como Lito Vidigal diz, já não há palavras para poder elogiar estes atletas, melhor grandes atletas, magnificos atletas...

Não vale apena estar a desenvolver muito este tema perante as dificuldades que o nosso clube apresenta, fica para história a continuação do sonho da Taça de Portugal o golo apontado ao minuto 80 pelo grande Silvestre Varela, que isolado perante Pedro Roma atirou a contar e colocou dessa forma o Estrela nos Oitavos-de-final da Taça de Portugal Millennium. Mais uma vez uma palavra para os nossos jogadores, que com o mote de Lito Vidigal, farão greve esta terça-feira caso a situação não seja regularizada, não o farão, tal é a situação no seio da equipa. Portanto este jogo só deu mesmo para umas poucas horas de felicidade, e mesm oassim pouca, porque realmente e vamos ter consciência, esta semana será muito importante para a vida do nosso clube, a ver vamos os desenvolvimentos que irão acontecer.

Ficha de jogo:

Taça Portugal – 4ª Elim. – 9/11/2008

Estádio: Cidade de Coimbra – Assistência: 977

Golo: 0-1 Silvestre Varela (80m)

Académica: Pedro Roma, Edson, Luiz Nunes, Cléber, Pedrinho, Carlos Aguiar, Pavlovic, Tiero (Licá 82m), Lito, Éder e Sougou (Garcês 61m).

Treinador: Domingos Paciência.

C.F.Est.Amadora: Nélson; Hugo Gomes, Mustafá, Nuno André Coelho e Vítor Moreno; Marcelo Goianira (Jardel 71m); Celestino, Luís Vidigal e Fernando Alexandre; Rui Varela (N'Diaye 88m) e Silvestre Varela.


Treinador: Lito Vidigal.

Árbitro: Luís Reforço (A.F.Setúbal)

Disciplina: Cartões amarelos - Nelson (40m), Fernando Alexandre (42m), Éder (45m+2m), Sougou (50m), Silvestre Varela (89m)